Avançam os trabalhos de requalificação do Largo de São Sebastião em São Brás de Alportel


Avançam a bom ritmo os trabalhos na obra de requalificação do Largo de São Sebastião, a primeira fase do projeto mais emblemático de reabilitação urbana do Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU) do Centro Histórico de São Brás de Alportel. Trata-se de uma intervenção estruturante para o desenvolvimento de São Brás de Alportel e para a qualidade de vida dos são-brasenses, num investimento que valoriza o passado e alicerça o futuro, criando maior dinâmica económica, turística e cultural, no coração da vila que ganhará uma nova vida.
A execução da obra foi adjudicada à empresa são-brasense Trunforiginal - Construção Civil Unipessoal Lda., pelo custo total de 315 mil e 450,94 euros, dado ter sido a melhor proposta apresentada ao concurso público lançado para o efeito. Integrada no Plano de Regeneração Urbana, aprovado pela Comissão de Coordenação Regional do Algarve (CCDR), a obra contará com financiamento comunitário a 65 por cento, mediante recurso ao FEDER, Fundo de Desenvolvimento Regional.
O fortalecimento da identidade cultural e a valorização do património constituem a preocupação central de todo este plano. Por esta razão, a elaboração do projeto de Requalificação do Largo de São Sebastião teve por base um profundo estudo e a concretização das obras são alvo de todo um cuidado acompanhamento arqueológico. Procura o município aproveitar a oportunidade desta intervenção para alargar o conhecimento relativo à história deste local central na memória da comunidade, onde já esteve localizada a primitiva Capela de São Sebastião (edificada no século XVII, tendo existindo até ao final do século XIX) e onde até ao ano de 1940 existia um quarteirão de habitações posteriormente demolidas para a criação do Largo de São Sebastião. Este Largo recebeu, em 1957, o monumento em homenagem ao poeta Bernardo de Passos, numa iniciativa popular que merece o maior respeito e todo o esforço na sua valorização.
Centrado na relevância cultural deste espaço, a execução deste projeto permitirá devolvê-lo à comunidade e à vivência das pessoas, com mais segurança rodoviária, com melhor mobilidade e acessível a todos, com espaços verdes, iluminação e zonas de convívio. A intervenção permitirá renovar a imagem urbana da principal «sala de entrada» da sede do concelho, dando-lhe mais vida e funcionalidade, adaptando-a aos desafios da atualidade, potenciando a centralidade de São Brás de Alportel no Algarve e reforçando a identidade cultural da comunidade no reencontro da sua História.
A ocorrer num período menos prejudicial à atividade turística e comercial, prevê-se que a obra esteja concluída ao final do mês de maio do próximo ano, seguindo-se posteriormente a execução da 2ª fase do projeto, que integrará o 1.º quarteirão da Avenida da Liberdade. A reabilitação do antigo «Quarteirão 4 Olhos», que se apresenta muito degradado, é outro projeto complementar integrado no mesmo Plano de Ação de Regeneração Urbana. A requalificação da retrosaria tradicional e a criação de um centro de incubação de empresas e empreendedorismo são algumas das ações deste projeto que virá renovar o centro urbano são-brasense.


0 comentários:

Enviar um comentário