Ministro da Saúde apresentou solução de gestão do CMRSul

Vítor Guerreiro, Presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, foi recebido, no dia 28 de março, por Adalberto Campos Fernandes, Ministro da Saúde, para uma reunião conclusiva sobre o modelo de gestão a adotar para o Centro de Medicina Física e de Reabilitação do Sul (CMRSul), onde foram também acordados outros assuntos de interesse na área da saúde. Após mais de três anos de luta sistemática em defesa do pleno funcionamento do Centro de Medicina Física e de Reabilitação do Sul, o edil são-brasense rumou novamente a Lisboa para se inteirar dos detalhes do modelo que está a ser preparado para implementar  no Algarve, a curto prazo, no âmbito do designado Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA), que  integrará o Centro são-brasense. Adalberto Fernandes garantiu a Vítor Guerreiro que “o Centro de Medicina Física e de Reabilitação do Sul terá autonomia financeira e de gestão para um funcionamento adequado às necessidades.”
No decorrer da reunião, o Presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel foi convidado a envolver-se na construção da solução e a dar os seus contributos, tendo ainda a oportunidade de transmitir a visão  da Diretora Clínica do CMRSul, Arminda Lopes. Neste âmbito, Vítor Guerreiro reiterou a urgência da implementação prática desta solução de forma a garantir, celeremente o funcionamento pleno do CMRSul e a resposta dada à população, principal prioridade para o edil-são-brasense.
De acordo com o Ministro da Saúde, o novo modelo de gestão será constituído por quatro polos: duas unidades hospitalares, uma em Portimão, outra em Faro; o Centro de Medicina Física e de Reabilitação do Sul; e um polo de investigação interligado à Universidade do Algarve, sendo que o CMR Sul configurará um centro de responsabilidade integrada o qual assume como grande chave diferenciadora a autonomia atribuída a esta unidade de saúde. Acrescentou ainda o governante que os polos hospitalares terão de igual modo uma gestão intermédia eficaz, estando neste momento a decorrer o processo de constituição do Conselho de Administração deste Centro Hospitalar Universitário do Algarve.
Esta solução, cujo início de implementação ocorrerá dentro de semanas, segundo o Ministro da Saúde e assegurado pelo Presidente da Administração Regional de Saúde, Paulo Morgado, assenta como princípio na gestão e coordenação dos serviços de forma autónoma por cada unidade hospitalar. Esta estratégia integrada, defendida pelo Ministro da Saúde como solução para o Algarve, é encarada com agrado pelo Presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, que espera ver resolvida a situação do Centro de Medicina de Reabilitação o mais rápido possível.
Na reunião foram ainda abordados outros assuntos de interesse para o concelho, na área da saúde, nomeadamente alguns constrangimentos sentidos ao nível do Agrupamento de Centros de Saúde ACEA Central, que Vítor Guerreiro, na qualidade de Presidente do Conselho da Comunidade deste ACES, transmitiu, no sentido de sensibilizar para a respetiva resolução.

0 comentários:

Enviar um comentário