Albufeira vai ser palco do Algarve Jazz Gourmet Moments


O Auditório do Hotel São Rafael Atlântico, em Albufeira, vai receber, nos dias 12, 13 e 14 de maio, a primeira edição do «Algarve Jazz Gourmet Moments», festival organizado pela Orquestra de Jazz do Algarve que alia o jazz à vertente gastronómica e que conta com o apoio do programa «365 Algarve» e da Câmara Municipal de Albufeira.

Texto: Daniel Pina

Foi formalmente apresentado, no dia 7 de abril, o festival «Algarve Jazz Gourmet Moments», organizado pela Orquestra de Jazz do Algarve com o apoio do programa «365 Algarve» e da autarquia de Albufeira, da APAL e do Grupo Nau Hotels. O inovador evento combina​ o melhor do jazz à excelência da gastronomia algarvia, com o propósito de criar uma experiência única de sons e sabores.​ De 12 a 14 de maio vão passar pelo palco do Auditório do Hotel São Rafael Atlântico alguns dos maiores ícones do jazz mundial, aliados a uma experiência gastronómica gourmet em vários restaurantes do concelho de Albufeira. No final de cada concerto haverá lugar a sessões de autógrafos, num momento lounge onde, ao som das «Late Sessions», se vai poder também desfrutar do incomparável vinho da região.

Bruno Silva, Dália Paulo, Hugo Alves, Carlos Silva e Sousa, Alexandra Gonçalves e Vítor Vieira

Dália Paulo, comissária do «365 Algarve», começou por agradecer à Orquestra de Jazz do Algarve e à Câmara Municipal de Albufeira por terem proposto a realização deste evento especial e que prontamente contou com o apoio deste programa conjunto das Secretarias de Estado da Cultura e do Turismo. “O objetivo é juntar duas áreas que devem estar casadas e que, numa região como o Algarve, devem mesmo trabalhar em conjunto no terreno. O financiamento é exclusivo do Turismo de Portugal e executado pela região de Turismo do Algarve”, explicou a mulher responsável pela seleção das 63 propostas tornadas realidade na primeira edição do «365 Algarve». “Sabemos que, hoje, os destinos se distinguem por pequenos pormenores e o que diferencia o Algarve são as nossas gentes, que são fruto da nossa cultura e identidade. Uma identidade algarvia que nunca foi fechada e é nesta relação entre a tradição e a contemporaneidade que este território sempre viveu”.
Para Carlos Silva e Sousa, o «Algarve Jazz Gourmet Moments» insere-se perfeitamente nos objetivos estratégicos da Câmara Municipal de Albufeira, associando a modernidade intemporal do jazz à intemporalidade da gastronomia algarvia. “A qualidade do festival na área do jazz é inquestionável e espero que o mesmo aconteça na vertente da gastronomia e dos vinhos. Nós só podemos estar no turismo se estivermos bem connosco próprios, porque os turistas querem encontrar gente simpática e bem-disposta, e isso é um apanágio dos algarvios”, considerou o edil da «capital do turismo», avisando que, numa fase de maré alta, não se pode desiludir os visitantes. “Todas as entidades da região têm a responsabilidade de proporcionar experiências positivas e os nossos empresários estão empenhados em que Albufeira não seja apenas uma oferta de hotelaria, que é de excelência, mas não chega”.
Alexandra Gonçalves, Diretora Regional de Cultura do Algarve, também não duvida estarem reunidos todos os ingredientes para um evento de grande sucesso. “A música é uma forma de comunicação universal e temos aqui também o paladar e o tato, que vão gerar uma experiência memorável a quem vier ao festival e que vão passar uma palavra aos seus amigos e familiares com uma força inesgotável. Tem condições para ser mais um dos eventos que marcam o panorama cultural do Algarve”, frisou, lamentando que Portugal tenha acordado tardiamente para a promoção da sua riqueza gastronómica, comparativamente com outros destinos europeus.
Experiências positivas que também foram valorizadas por Bruno Silva, diretor do Hotel São Rafael Atlântico, onde vai decorrer o festival. “O Algarve tem evoluído bastante neste aspeto e a vertente cultural é muito importante para tal, sobretudo nas épocas baixa e média-baixa. O Grupo Nau tenta sempre, dentro das suas possibilidades, apoiar estas iniciativas e tenho a certeza que este evento vai ser um êxito”, indicou o responsável, expetativa partilhada por Vítor Vieira, vice-presidente da APAL – Agência de Promoção de Albufeira. “Estamos sempre abertos para apoiar estes eventos”, garantiu o dirigente associativo.
A finalizar a apresentação do «Algarve Jazz Gourmet Moments», coube a Hugo Alves, maestro da Orquestra de Jazz do Algarve, falar dos artistas que compõem o cartaz do evento. “Estes projetos não são fáceis de montar, quisemos trazer um conceito novo e, felizmente, a OJA está cheia de pessoas com muitas ideias, não são só as minhas. Há vários anos que tentamos implementar este tipo de festival e, desta vez, com o «365 Algarve» e a Câmara Municipal de Albufeira, foi possível levá-lo a bom porto”, destacou o trompetista, agradecendo igualmente o apoio do Grupo NAU e da APAL. “Na cultura, nem sempre conseguimos chegar a toda a gente e é preciso muito esforço e vontade e extrema paciência para se fazer as coisas, porque não são itens comerciais”.
O «Algarve Jazz Gourmet Moments» está a ser montado desde outubro e a programação é, de facto, de excelência, começando, no dia 12 de maio, com Tom Harrell, um dos trompetistas atuais com mais história no jazz e cujo repertório vai ser interpretado pela Orquestra de Jazz do Algarve. No dia seguinte sobe ao palco um dos maiores valores europeus do jazz, Virginie Teychené, que traz o seu quinteto para um concerto de estreia em terras lusitanas, integrado na digressão europeia do seu último álbum, «Encore»​. A encerrar o festival teremos a inconfundível diva do jazz mundial Jane Monheit, que apresenta no Algarve um concerto único, integrado na digressão mundial do disco «The Songbook Sessions: Ella Fitzgerald». “O Tom Harrell e a Jane Monheit têm várias nomeações para os Grammys mundiais, são cantores de outro patamar, e as sessões de autógrafos que vamos organizar não são, de todo, normais, com artistas deste gabarito”, destacou ainda Maria Dias, diretora de produção da Orquestra de Jazz do Algarve, revelando que o «Algarve Jazz Gourmet Moments» vai estar integrado no circuito internacional da Mezzo TV, levando o nome de Albufeira e do Algarve a cerca de 60 países, durante duas semanas. 


0 comentários:

Enviar um comentário