BELA E ABEL em digressão por Portugal e Espanha


Escrita por Robert Pinget na década de 60 do século passado e encenada por Elisabete Martins, «Um Espetáculo (Bela e Abel)» procura encontrar o essencial do teatro e da própria vida. Numa interação permanente, as duas personagens questionam qual a essência do teatro e como chegar lá. Um texto do absurdo, numa feição cómica que explora aspetos em que se identificam afinidades com o universo de Beckett.
A 72.ª produção da ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve, vai a cena, no dia 10 de junho, em Cáceres, na vizinha Espanha, no «La Nave del Duente». A 16 de junho sobe ao palco do Theatro Circo de Braga e, no dia 24, volta a atravessar a fronteira, para atuar no Teatro Guirigai, em Los Santos de Maimona. Estes espetáculos estão integrados no Circuito Ibérico de Teatro, uma plataforma cultural criada em 2014 por um conjunto de estruturas independentes, portuguesas e espanholas, que traz ao Teatro Lethes, em Faro, uma série de espetáculos em castelhano e vice-versa.