Comissões algarvias para a Igualdade e Cidadania reuniram-se em Albufeira

Albufeira acolheu um encontro de comissões para a igualdade e cidadania que, a pedido do CIG – Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, foram recentemente formadas na maioria dos municípios do Algarve. O encontro, que decorreu na sala polivalente da Biblioteca Municipal Lídia Jorge, reuniu as comissões de Faro, Tavira, Portimão, Silves e Albufeira.
A missão destas comissões é promover ações no domínio da cidadania, da defesa da igualdade de género e do combate à violência doméstica e de género e ao tráfico de seres humanos, cabendo-lhe a coordenação dos Planos Nacionais nesta matéria. Estas comissões expuseram as dificuldades ainda existentes quanto à sua implementação e trocaram considerações acerca das experiências que têm tido dentro dos seus municípios, a partir de ações que têm vindo a ser encetadas. A intenção destas comissões é a de debelar a discriminação baseada no género e/ou outros tipos de descriminação e construir uma sociedade plena na sua cidadania.
No que concerne a Albufeira, a comissão está formada e tem uma conselheira municipal para a igualdade. Para além da elaboração de um Plano Municipal para a Igualdade, já desenvolveu ações nas escolas para diferentes públicos, desde o pré-escolar aos jovens, um concurso de fotografia alusivo à temática e diversos seminários e workshop’s, acerca dos vários tipos de descriminação e violência, promovendo a Igualdade. Destaque ainda para os ciclos de cinema «Prometo amá-la…» e «… na doença e na alegria», em parceria com o Cineclube de Faro. Entre outras, estiveram presentes nestes ciclos de cinema diversas associações que lidam com temáticas pertinentes à igualdade e cidadania, nomeadamente o Projeto Pescador de Sonhos, da APEXA, Associação PrimeSkills, colaboradores da APAVT e outras.
Para o público interno da Câmara Municipal de Albufeira, organizou também algumas iniciativas, nomeadamente um encontro de trabalhadores onde, a par de atividades lúdicas, se refletiu nos modos de articular a vida profissional com a familiar. De referir ainda que foram realizadas anteriormente ações de sensibilização sobre igualdade de género, linguagem inclusiva, encontrando-se em curso a implementação do Plano Municipal para Igualdade 2014-2017, o qual assenta em duas vertentes, destinadas ao público interno e a público externo.