Dia do Município homenageou o legado de sal de Castro Marim


Castro Marim celebrou, no dia 24 de junho, o feriado municipal e homenageou este ano o seu legado de sal, conhecido como «o melhor sal do mundo», numa data em que foi também reconhecido o trabalho, esforço e dedicação dos funcionários autárquicos com mais de 25 anos de serviço e o mérito dos alunos do Agrupamento de Escolas de Castro Marim. Aos 20 melhores alunos de 2016/17 foram entregues diplomas de mérito, em madeira, gravados pela «Tangerina Colorida», e bonecas de tricô, feitas e personalizadas artesanalmente pela «Tecelã». Foram ainda premiados, à semelhança de anos anteriores, com uma viagem, desta vez ao Porto.


Ao reconhecimento dos melhores alunos seguiram-se as homenagens aos 28 funcionários com mais de 25 anos de trabalho na Câmara Municipal de Castro Marim e a cinco salineiros, considerados aqueles que, num passado recente, revitalizaram a atividade salineira que hoje dignifica o nome de Castro Marim. Depois da sessão solene, foi inaugurada a exposição de fotografia «Paisagens - Sal a Sul», na Casa do Sal, um retrato da paisagem de sal que é Castro Marim, numa combinação entre a fotografia aérea, o retrato e a interpretação literária de Ana Amorim Dias, escritora e também autora de uma das «marcas» da Casa do Sal, a inspiradora frase «Porque a Sul, com todo o Sol, a vida tem muito mais Sal».
O grande objetivo desta exposição foi enobrecer o legado de sal de Castro Marim que, com a força e o entusiasmo de muitas personalidades, é presente e futuro do desenvolvimento no concelho, motivo de orgulho e distintivo de qualidade que tem levado o nome de Castro Marim além-fronteiras. As comemorações terminaram no Revelim de St. António, com o concerto da «Ala dos Namorados», que emocionou o público que enchia o espaço. 


0 comentários:

Enviar um comentário