Junta de Freguesia de Altura comemorou 24.º aniversário


A freguesia de Altura, que antes pertencia à junta de freguesia de Castro Marim, comemorou, no dia 11 de junho, o seu 24.º aniversário. A cerimónia decorreu na sede do Clube Recreativo Alturense, com casa cheia, numa homenagem também a personalidades e instituições que têm contribuído, com o seu tempo, trabalho e dedicação, para que Altura cresça também à mercê da sua fabulosa praia, nas áreas da cultura, desporto e educação. O resultado é que Altura é, não só um dos destinos turísticos mais procurados do Algarve, mas também um dos melhores sítios para se viver. 
Presentes na cerimónia e a conduzir as homenagens estiveram o presidente da Assembleia Municipal de Castro Marim, José Luís Domingos, o presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Francisco Amaral, o presidente de Assembleia da Junta de Freguesia de Altura, António Gomes, e a presidente da junta de freguesia de Altura, Nélia Mateus. Neste 24.º aniversário, a junta de freguesia destacou o notável e reconhecido trabalho do grupo de Dança das «Arutla», já com cerca de 18 anos de existência e que tem levado o nome de Altura a prestigiados palcos regionais, além do seu enorme contributo na formação das crianças e jovens deste território; o jovem pianista Miguel Carvalho, pela entrega e paixão que dedica ao estudo do piano, consolidadas no mediático programa da RTP «Got Talent Portugal» (2016); o acordeonista Hugo Madeira, aluno da escola de acordeão da Associação Mito Algarvio, com apenas 10 anos e vencedor da categoria «National Trophy 10 and under», inserida no Troféu Mundial de Acordeão; e o Clube Recreativo Alturense, com um percurso destacado na área do desporto, nomeadamente no atletismo, mas também dinamizador de algumas das principais atividades socio-recreativas da freguesia.
“É importante valorizar pessoas que deram e dão de si aos outros sem nada querer em troca, pessoas como a Laura Pook (professora e coreografa das Arutla) e como o Fausto Norberto (presidente do CR Alturense). Pessoas que só se movem pelo amor à terra, aos seus ideais, pelo serviço aos outros, muitas vezes secundarizando a sua vida pessoal e familiar”, enalteceu o autarca de Castro Marim, acrescentando a boa articulação existente entre a câmara municipal e a junta de freguesia, no sentido de dar mais qualidade de vida aos alturenses e potenciar o empreendedorismo e a procura turística. A título de exemplo referiu alguns projetos que estão a avançar, depois de estarem “encalhadas há anos em processos burocráticos que desmotivam o investimento privado”, como o Lar de Altura, a habitação social de Altura, a pavimentação de estradas (Corvinhos, Casa Alta, norte de Altura, rua da Arrancada), o parque de autocaravanismo, o projeto da ciclovia que ligará Altura à vila de Castro Marim, entre outros.
Francisco Amaral mencionou ainda outras iniciativas que destacam e valorizam todo o potencial natural de Altura, como a recuperação do galardão da Bandeira Azul, a animação desportiva e musical nas praias, a animação de Verão no centro de Altura, bem como os mercadinhos junto à praia e a colocação de desfibrilhadores automáticos externos nos apoios de praia.