Utentes da Misericórdia de Vila do Bispo concretizam sonho na Fortaleza de Sagres


A Direção Regional de Cultura do Algarve e a Santa Casa da Misericórdia de Vila do Bispo associam-se na organização da iniciativa «Sonhar em Sagres», a realizar-se na Fortaleza de Sagres, no dia 10 de junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, pelas 16h.
Sagres, lugar mítico, finisterra de «lugares sonhados», vive, na comunidade local, o Projeto «Eu Sonhava», organizado, promovido e implementado pela Santa Casa da Misericórdia de Vila do Bispo com o objetivo de concretizar um sonho da vida dos seus utentes, motivando-os para conservar a esperança e a capacidade de sonhar até ao fim. Esses sonhos materializam-se, entre outros, na edição de um livro de poesia.
A iniciativa «Sonhar em Sagres» abraça este projeto, homenageando a língua portuguesa nas suas diversas expressões como a poesia, a literatura para a infância, os provérbios e os «sonhos» … em Sagres. O programa inclui as apresentações do livro de poesia «Coleção de Epifanias/Colección de Epifanías», da autoria de Cláudio Guimarães dos Santos, poeta, artista plástico, diplomata e Vice-Consul do Consulado-Geral do Brasil em Faro, e do livro para crianças «Na Cuca do Coqueiro», de Amanda Bittencourt, terapeuta da fala, escritora e ilustradora. Segue-se a apresentação de Rui Soares, pedagogo e presidente da Associação Internacional de Paremiologia, com «O provérbio como espelho da língua portuguesa», evidenciando como este facilita a comunicação entre povos de culturas diferentes e funciona como um mediador intergeracional.
Armindo Vicente, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Bispo, falará da importância das Instituições Sociais na sociedade, dando o exemplo do Projeto «Eu Sonhava», a que se seguirá a leitura de poesias dos utentes/idosos desta instituição. A Academia de Música de Lagos encerrará a sessão com um concerto. A iniciativa é uma parceria com o Consulado do Brasil em Faro e a Associação Internacional de Paremiologia e conta com a colaboração da Câmara Municipal de Vila do Bispo e da Academia de Música de Lagos.