Bruno Santos tomou posse como 2.º Comandante dos Bombeiros Municipais de Olhão


O Corpo de Bombeiros Municipais de Olhão já tem o seu 2.º comandante, com a tomada de posse de Bruno Filipe Gago Santos a ter lugar, no dia 30 de junho, no Quartel dos Bombeiros Municipais, perante o presidente da Câmara Municipal António Miguel Pina e o comandante operacional distrital Vítor Vaz Pinto, entre outras entidades. Bruno Santos chega ao segundo posto mais alto da hierarquia dos soldados da paz olhanenses após concurso público que culminou com o despacho de 20 de junho passado. Com 35 anos, é bombeiro profissional desde 2002, licenciado em Sociologia e mestrando em Recursos Humanos e cumprirá uma primeira comissão de serviço de cinco anos, renovável.


No momento das boas-vindas, António Miguel Pina lembrou que está em execução o projeto do novo quartel, “uma promessa antiga que será uma realidade em 2018”, acrescentando que a autarquia “tem estado sempre disponível para dotar a corporação de todo o material necessário”. O edil olhanense revelou ainda que em breve será aberto concurso para 15 bombeiros de 2.ª classe e que continua a insistir para que sejam implementadas as progressões nas carreiras e revistas as remunerações.
O comandante dos Bombeiros Municipais de Olhão, Luís Gomes, confirmou esta abertura do Executivo Municipal para responder a todas as necessidades sentidas pelos soldados da paz olhanenses e prometeu continuar a manifestar, a nível nacional, a sua “desilusão pela falta de aprovação de um estatuto profissional com a dignidade que os bombeiros merecem”. Ao 2.º comandante Bruno Santos, Luís Gomes garantiu: “Serás o homem da nossa confiança e juntos tudo faremos para que o teu sucesso seja o nosso sucesso. O desafio é enorme, as expetativas são elevadíssimas, sei que garantidamente irás contribuir ainda mais para que o nome deste Corpo [com 130 elementos] seja notabilizado e reconhecido”.