Castro Marim foi Palco do Acordeão


Decorreu, no dia 28 de julho, a 12.ª edição do «Palco do Acordeão», em Castro Marim. O evento, que encheu a Praça 1.º de Maio, é uma homenagem ao acordeão, considerado elemento sine qua non da cultura e alma algarvias.
A Escola de Acordeão de Castro Marim, referência regional e nacional no ensino deste singular instrumento musical, fez as honras de abertura do «Palco do Acordeão», com a participação de vários alunos, com destaque para Hugo Madeira que, em 2016, com apenas 9 anos, conquistou o 1.º lugar no Troféu Nacional de Acordeão e o 1.º lugar na categoria «Trophy National Category 10 & Under», inserido no Troféu Mundial de Acordeão.
Seguiram-se nomes reconhecidos e consagrados nos palcos do acordeão, como Tino Costa, Iuri Chiforisin, Manuel Matias, Helder Barracosa, José Gabriel, Jaime Gomes, Sérgio Conceição, Válter Romeira, Pedro Constâncio, João Saboia e Vitalino Custódio. Homenageado foi também o trabalho de João Pereira, professor e mentor da Escola de Acordeão de Castro Marim, e o de Francisco Amaral, presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, que tem promovido e incentivado o acordeão, quer no apoio à Associação Mito Algarvio, sediada no Barrocal, quer priorizando uma dinâmica de iniciativas e eventos com ligação ao instrumento.
A 12.ª edição do «Palco do Acordeão» em Castro Marim foi uma organização da Associação Mito Algarvio, do Centro de Cultura e Desporto (CCD) da Câmara Municipal e da Câmara Municipal de Castro Marim. 


0 comentários:

Enviar um comentário