Folar é rei da Páscoa em Paderne


O bolo tradicional da Páscoa, feito à antiga ou já contendo inovações vindas dos produtos regionais, foi o rei das iguarias da XII Mostra do Folar que Paderne acolhe anualmente. O parque de estacionamento João Campos reuniu 37 expositores, nos dias 8 e 9 de abril, quase todos eles com sugestões de sabor que atraíram centenas de pessoas. Desses expositores, 16 eram artesãos e mostraram como se fazia o útil e o belo no tempo dos bisavós.
Com animação musical ao vivo, ora popular, ora tradicional, centenas de visitantes não deixaram de fazer ao ar livre as suas refeições e não faltaram os pratos típicos, como as feijoadas, o polvo assado, as saladas com os legumes e vegetais da Aldeia, os enchidos preparados à moda do campo e as sopas feitas à antiga. Por esta mostra gastronómica, a prova evidenciou-se de ser Paderne uma das Aldeias Rurais de Portugal onde mais se preserva as receitas de mesa de outros tempos.


Já o folar da Páscoa cada vez mais «namora» novos ingredientes da alimentação mediterrânica, como a alfarroba, a gila, os frutos secos moídos e os licores dos frutos que abundam naquela que foi já considerada «o celeiro de Albufeira». Ao longo dos dois dias, a animação coube a Carlos Coelho, Bandinha Popular, Filipe Conde, Grupo Coral II Capítulo e Grupo Etnográfico Gente do Alto Mira. Esta Mostra é uma organização da Junta de Freguesia de Paderne, como o apoio do Município de Albufeira.