Pólos de Educação ao Longo da Vida muito animados em abril


A Exposição «Ler cria, cria ler», diversas sessões da atividade «Professor por um dia», uma ação do ciclo «Cartilha Maternal, Conversas à Solta» e um espetáculo do grupo Laranjinhas na Cumeada (perto de São Bartolomeu de Messines) são as várias atividades que os Pólos de Educação ao Longo da Vida, dinamizados pela Câmara Municipal de Silves, promovem em abril.
A mostra de trabalhos resultantes do projeto «Ler cria, Cria a ler» estará patente ao público, na Biblioteca Municipal de Silves, até 6 de maio, como uma ação incluída na rúbrica «Talentos da Comunidade». A iniciativa apresenta sete livros de histórias que resultaram de um trabalho desenvolvido pelos utentes dos Polos de Educação desde janeiro do ano passado, quando leram a história de Guilherme Augusto Araújo, um menino de três anos que ajudou uma velhinha de 96 a recuperar a memória através de recordações. A partir daqui foi realizado um trabalho de destaque de palavras-chave, tendo sido selecionadas «velhice», «amizade» e «memória», que serviram de base à criação dos trabalhos que agora se expõem em Silves.
Também ao longo do mês haverá mais algumas sessões da atividade «Professores por um Dia». Desta feita, os temas serão a «Alfarroba» (dia 12 de abril, às 14h30, no Polo da Cumeada), os «Chás» (com uma mostra, que terá lugar dia 19 de abril, pelas 14h30, na Junta de Freguesia de São Bartolomeu de Messines) e as «Técnicas de Reciclagem» (dia 27 de abril, às 14h30, no Polo de S. Marcos da Serra).
O grupo «Laranjinhas», formado por utentes dos Pólos de Educação ao Longo da Vida, tem uma atuação, no dia 12 de abril, às 14h30, nas ruas da Cumeada, estando todos convidados a juntar-se às vozes que promovem a música tradicional portuguesa. No dia 18 de abril haverá mais um momento do ciclo de memórias «Cartilha Maternal, Conversas à Solta», desta feita no Polo de Pêra, pelas 14h30, trazendo à memória dos participantes o poeta e pedagogo João de Deus e o seu notável trabalho no que à educação/alfabetização diz respeito.