Designer Outlet Algarve abre no Outono


O Algarve prepara-se para descobrir o maior outlet da região sul com a abertura do novo Designer Outlet Algarve, agendada para o Outono de 2017. O projeto gerido pela austríaca ROS - Retail Outlet Shopping instala-se em Loulé com 110 lojas, numa área de 17 mil metros quadrados construída em duas fases, que permite aos visitantes desfrutar de grandes marcas premium com descontos permanentes até 70 por cento, sobre o preço de venda recomendado durante todo o ano.   
Especializada em conceitos inovadores em centros outlet e com mais de 20 anos de experiência no setor, a ROS - Retail Outlet Shopping reconhece no Algarve a localização ideal e privilegiada para o seu primeiro projeto em Portugal. O Designer Outlet Algarve inclui uma combinação de categorias baseada na experiência internacional, oferecendo 50 por cento de marcas de design e moda. Os segmentos de desporto, sapatos e acessórios, utensílios domésticos e roupa de criança irão assegurar uma combinação equilibrada.  
Considerada uma região de referência para o turismo nacional e internacional, o novo projeto da ROS - Retail Outlet Shopping ambiciona reforçar a dinamização do Algarve durante todo o ano, com objetivo de lutar contra a sazonalidade, através do acesso permanente às melhores marcas de vestuário e lifestyle, num espaço inspirado na região. O conceito de Outlet Village, a céu aberto, convida a fazer compras ao ar livre para desfrutar do melhor que a região tem para oferecer. Inspirado numa arquitetura regional típica, o Designer Outlet Algarve incorpora elementos regionais, modernos e típicos de uma forma inovadora, à imagem do que é verdadeiramente o Algarve. A equipa de gestão do Designer Outlet Algarve tem como objetivo dar vida à região através de ações realizadas no centro durante todo o ano, oferecendo campanhas e eventos atrativos.  
A partir do Outono, em Loulé, o novo Designer Outlet Algarve conclui o novo complexo comercial do Grupo IKEA, integrado com o MAR Shopping Algarve e loja IKEA, um projeto que representou um investimento global de 200 milhões de euros e a criação de três mil postos de trabalho na região.