Lagoa prestou homenagem ao Padre José Joaquim Nunes


Realizou-se, no dia 30 de julho, a cerimónia comemorativa das Bodas de Ouro Sacerdotais do Padre José Joaquim Nunes, Pároco de Lagoa, com Celebração Eucarística na Igreja Matriz de Lagoa, pelas 12h. Com a presença do Bispo do Algarve, D. Manuel Neto Quintas e de outros Padres da região, a Igreja Matriz de Lagoa estava repleta de público, entre representantes das entidades locais, Escuteiros dos Agrupamentos do Concelho, amigos, familiares e leigos de várias comunidades, que assistiram com emoção à liturgia associada à efeméride, presidida pelo Padre José Joaquim Nunes.
Um dos momentos altos, após a celebração eucarística, foi o descerramento de uma placa alusiva à efeméride, colocada na sacristia da Igreja Matriz. Depois, em clima de festa decorreu, no restaurante da FATACIL, um almoço convívio com 225 participantes, onde compareceram, para além do Bispo do Algarve, colegas e familiares, o Presidente da Câmara de Lagoa, Francisco Martins, o Presidente da Assembleia Municipal de Lagoa, Águas da Cruz, o Presidente da União das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro, Joaquim João, e restantes membros do executivo municipal e, em representação dos Bombeiros Voluntários de Lagoa, o Comandante Vítor Rio.
Com humildade, simplicidade e muita cordialidade, o Padre José Joaquim Nunes recebeu, das entidades oficiais, lembranças alusivas à data, com palavras de reconhecimento e louvor pelo seu desempenho de 26 anos em prol das comunidades religiosas das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro. Sempre emocionado foi, ao longo da tarde, surpreendido com testemunhos espontâneos e calorosos da sua personalidade e caráter, por parte de muitos grupos de pessoas que partilham as comunidades religiosas de Lagoa, Carvoeiro e Vale d’el Rei. O Presidente da Câmara também proferiu algumas palavras de elogio ao Padre Nunes. “Há pessoas que, pelas suas caraterísticas pessoais, durante toda a sua vida se dedicam aos outros sem com isso esperarem qualquer recompensa, mas é preciso transmitir esses valores”, frisou, antes de entregar um simbólico prato tradicional da Olaria de Porches que recordará ao Padre Nunes o quanto a comunidade Lagoense lhe está agradecida e o reconhece publicamente.