«Encontros do DeVIR» revisita o colonialismo português no Cine-Teatro Louletano



No âmbito do 4.º Festival «Encontros do DeVIR», o Cine-Teatro Louletano recebe, no dia 4 de maio, pelas 21h30, a peça de teatro «Libertação», uma das criações mais recentes do Hotel Europa.

«Libertação» investiga o maior trauma do Colonialismo Português, a Guerra do Ultramar, um dos episódios mais dramáticos da história recente de Portugal que vitimou e mutilou milhares de portugueses. A peça reflete sobre este acontecimento histórico a partir do ponto de vista da luta de libertação que foi desenvolvida em Angola, Guiné e Moçambique e o seu impacto no Estado Novo que, consequentemente, levou à derrota do Fascismo em Portugal.

Hotel Europa lança um olhar sobre a questão das independências a partir do ponto de vista africano. Este espetáculo começa por descrever e analisar o movimento das independências em África, para melhor entender o caso do Colonialismo Português no contexto mundial e é construído a partir de entrevistas feitas a antigos soldados das guerras de independência e de uma rigorosa pesquisa de arquivo sobre a Guerra Colonial. Incluindo a presença dos discursos políticos produzidos pelos líderes de ambos lados da guerra, em particular de António Oliveira Salazar, Amílcar Cabral, Eduardo Mondelane, Marcelo Caetano, Agostinho Cabral, Jonas Savimbi, Holden Roberto e Samora Machel.

O espetáculo tem um custo associado por pessoa de 5 euros, sem descontos aplicáveis, dirigindo-se a maiores de 14 anos e tem uma duração aproximada de 90 minutos.

«Encontros do DeVIR» revisita o colonialismo português no Cine-Teatro Louletano «Encontros do DeVIR» revisita o colonialismo português no Cine-Teatro Louletano Reviewed by Daniel Pina on maio 02, 2018 Rating: 5

Publicidade