Header AD

header ads

Ronda dos Quatro Caminhos e Ricardo Martins num encontro inédito no Cine-Teatro Louletano



No âmbito do ciclo musical «O Longe é Aqui», que junta consagrados projetos nacionais com músicos locais de reconhecida qualidade, o palco do Cine-Teatro Louletano recebe, no dia 6 de maio, pelas 17h, a Ronda dos Quatro Caminhos com o convidado especial Ricardo J. Martins (guitarra portuguesa), a partir de uma encomenda artística feita por este equipamento cultural.

A Ronda dos Quatro Caminhos, que se fará acompanhar de uma formação alargada, com ensemble de cordas clássico e coro alentejano (Cantares de Évora), é composta atualmente por António Prata (violino, bandolim, guitarra), Carlos Barata (acordeão, bandolim, voz), João Oliveira (guitarra, voz solo), Mário Peniche (baixo), Pedro Fragoso (piano) e Pedro Pitta Grós (bateria e percussões). O grupo editou o primeiro disco em 1984 e enveredou desde logo por um trabalho de recriação das canções regionais. Em 1991 lançou o sétimo álbum da sua carreira, «Romarias», fazendo mais de 70 concertos no país e no estrangeiro. Dois anos depois, no Teatro Municipal São Luiz, em Lisboa, o grupo apresenta o seu primeiro concerto com a intenção de uma gravação ao vivo. O espetáculo «Uma Noite de Música Tradicional», para além do memorável êxito que obteve, resultou ainda no oitavo disco.

Em 1997 sai a público o disco «Recantos», agora com uma sonoridade mais urbana e conceptual, e em 1999 é publicado «Outras Terras», que reflete já as vivências de tantas viagens. Já em novembro de 2000, no Teatro Garcia de Resende em Évora, o grupo grava o seu primeiro disco duplo ao vivo: «Alçude». Em 2003, e após dois anos e meio de trabalho, a Ronda publicou o seu mais ousado trabalho, «Terra de Abrigo», um disco exclusivamente dedicado ao Cante Alentejano. No ano de 2014 o grupo grava o CD «Tierra Alantre», uma vez mais ao reencontro da música erudita. Já em 2017 vem a público o álbum «Sopas do Espírito Santo», dedicado à música tradicional dos Açores. Este percurso faz da Ronda um dos projetos mais ousados e consistentes na área da música tradicional portuguesa.


Ricardo J. Martins, jovem são-brasense a residir em Loulé, faz parte da nova geração de músicos de Guitarra Portuguesa que tem raízes noutros mundos musicais e também dos poucos guitarristas que compõe peças para este instrumento tão português. O guitarrista teve o privilégio de partilhar o palco com grandes nomes da poesia e teatro, entre os quais Ângela Pinto, Maria do Céu Guerra, José Fanha, Irene Flunser Pimentel (Prémio Pessoa 2007); e também da música, como Marco Rodrigues, Pedro Moutinho, Diamantina, Filipa Cardoso, Isabel de Noronha, Ilda Maria, Ana Sofia Varela e Viviane. Apresentou ainda a sua música além-fronteiras, em Espanha, França, Bélgica, Holanda, Inglaterra, Alemanha, Luxemburgo, Sérvia, Canadá, Estados Unidos e Cabo Verde.

O concerto revisita o melhor e mais genuíno legado da música tradicional portuguesa, colorida pelos acordes da guitarra portuguesa e pela toada encantatória do cante alentejano, com novos arranjos e uma abordagem contemporânea e apelativa, numa grande produção que conta com mais de 30 elementos em palco, entre cantadores e instrumentistas. O espetáculo tem um custo associado por pessoa de 10 ou 8 euros para maiores de 65 e menores de 30 anos (Cartão de Amigo aplicável), dirigindo-se a maiores de 6 anos e com uma duração aproximada de 90 minutos.


Ronda dos Quatro Caminhos e Ricardo Martins num encontro inédito no Cine-Teatro Louletano Ronda dos Quatro Caminhos e Ricardo Martins num encontro inédito no Cine-Teatro Louletano Reviewed by Daniel Pina on maio 02, 2018 Rating: 5

Sem comentários

Publicidade