Header AD

header ads

Bibliotecas em debate na Fortaleza de Sagres no Dia de Portugal



No dia 10 de junho comemora-se o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, no Promontório de Sagres, com uma iniciativa em torno das bibliotecas, num programa versátil que dará a conhecer a importância destes lugares físicos ou virtuais, como fonte de conhecimento, de inspiração e de partilha, ao mesmo tempo que se pretende homenagear a língua portuguesa nas suas diversas expressões.

A iniciativa que integra o Ano Europeu do Património Cultural 2018 e tem início, pelas 16h, com a apresentação do projeto «Europeana – pensar Cultura», por Ana Lopes, do Centro Europe Direct (CCDR Algarve). A Europeana é uma biblioteca virtual desenvolvida pelos países da União Europeia, com o propósito de constituir uma plataforma digital da herança cultural europeia, através da qual os cidadão pudessem aceder a imagens, texto, som, vídeo e material em 3D de museus, bibliotecas e galerias de toda a Europa. O programa prossegue com a apresentação da mais pequena biblioteca da região, por Dário Teixeira, responsável pelo projeto de criação da biblioteca de Sagres e da recém-inaugurada «cabine de leitura», realizado com o contributo da comunidade local, seguida da exposição de Rui Soares, pedagogo e presidente da Associação Internacional de Paremiologia, abordando o tema da biblioteca na perspetiva do fortalecimento da identidade cultural e evidenciando o poder dos provérbios como fonte de conhecimento.

«Leituras na Paisagem», a acontecer pelas 17h20, será um momento de homenagem ao livro e ao prazer de ler, a oportunidade de viver o prazer da leitura conjunta, através de um percurso performativo e participativo de leitura em voz alta, baixinho ou sussurrando, de descoberta de alguns autores da lusofonia e do espaço físico e patrimonial do promontório. «Leituras na Paisagem» é uma criação de Conceição Gonçalves  - Tertúlia -  Associação Sócio - Cultural de Aljezur. O programa termina pelas 18h com o concerto de Momo, integrado no ciclo «Concertos ao Entardecer», a acontecer no auditório da Fortaleza de Sagres, uma produção da Arquente Associação Cultural. 

O cantor e compositor Momo, alcunha musical de Marcelo Frota, tem no seu grupo de seguidores nomes como Patti Smith e David Byrne. Lançou vários álbuns que mereceram o aplauso e reconhecimento internacional, o último dos quais «Voá», de 2017, que une o samba e o fado e que “representa a mudança geográfica, a travessia do Atlântico, essa coisa do além-mar “  — conta o andarilho Momo.

Bibliotecas em debate na Fortaleza de Sagres no Dia de Portugal Bibliotecas em debate na Fortaleza de Sagres no Dia de Portugal Reviewed by Daniel Pina on junho 05, 2018 Rating: 5

Publicidade