Fundação «la Caixa» e BPI trazem exposição «A Floresta» à Zona Ribeirinha de Portimão


A presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes, o membro da Comissão Executiva do BPI, José Pena do Amaral, e o diretor corporativo de Território e Centros da Fundação «la Caixa», Rafael Chueca, inauguraram a exposição «A Floresta», no dia 12 de julho, na Zona Ribeirinha de Portimão. Esta é a primeira exposição itinerante da Fundação «la Caixa» em Portugal, adaptada agora à realidade de Portugal, mas teve mais de um milhão de visitantes nas várias cidades de Espanha onde esteve presente. A Fundação «la Caixa», a primeira em Espanha e uma das mais relevantes a nível internacional, iniciou este ano a implementação da sua ação em Portugal, fruto da entrada do BPI no Grupo CaixaBank.

A floresta não é um conjunto de árvores mas sim um complexo ecossistema onde habitam e se relacionam um grande número e variedade de seres vivos. Além de dar abrigo a toda esta biodiversidade, as florestas desempenham uma série de funções ambientais fundamentais para que a vida no planeta seja tal como a conhecemos. Deste modo, a primeira parte da exposição centra-se na organização hierárquica dos diferentes níveis de vida, desde a biosfera até ao nível microscópico. Ao mesmo tempo, é feita uma viagem pelos diferentes elementos que compõem e caracterizam os ecossistemas florestais e as suas dinâmicas naturais, desde o modo como o crescimento das árvores afeta o clima, às relações que se estabelecem entre seres vivos, passando pelos diferente componentes e processos que ocorrem no solo da floresta.

Texto: Daniel Pina | Fotografia: Filipe da Palma

Leia a reportagem completa em:
https://issuu.com/danielpina1975/docs/algarve_informativo__164
| Designed by Colorlib