Post Page Advertisement [Top]

Universidade do Algarve aumenta número de vagas nos cursos com maior procura e níveis de emprego mais elevados

Universidade do Algarve aumenta número de vagas nos cursos com maior procura e níveis de emprego mais elevados
Atendendo ao bom desempenho verificado na inserção no mercado de trabalho dos diplomados pela Universidade do Algarve nos últimos quatro anos, o estabelecimento de ensino vai ter, no próximo Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, mais 70 vagas disponíveis, mantendo o número de cursos, mas reforçando o número de vagas dos cursos com maior procura e níveis de emprego mais elevados. Refira-se que, a nível nacional, o número médio de desempregados com diploma obtido nos anos letivos 2012/13 a 2015/16, e registados no Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), em junho e dezembro de 2017, diminuiu 24 por cento face ao ano anterior, contudo, a redução no desemprego dos diplomados pela Universidade do Algarve foi mais acentuada, atingindo os 30 por cento.

Também no panorama nacional, o nível de desemprego medido pelo rácio do número diplomados inscritos no IEFP a dividir pelo número total de diplomados baixou de 7,2 para 5,5 por cento. No entanto, a Universidade do Algarve permanece com um desempenho superior à média nacional, melhorando de 6,8 por cento, em 2016, para 4,9 por cento em 2017. De acordo com os dados disponíveis na Direcção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência, pode concluir-se que a Universidade do Algarve integra um reduzido grupo de universidades/politécnicos com um nível de desemprego inferior a 5 por cento. Importante é também verificar que o número de recém-diplomados da UAlg inscritos no IEFP, nos últimos quatro anos, reduziu em mais de metade, de 435 inscritos em 2014, para 204 em 2017.

Das mil e 405 vagas no ano transato, a Universidade do Algarve passa a disponibilizar mil e 475 no ano letivo 2018/19, num aumento global de 5 por cento. Os cursos onde se verifica um maior acréscimo são Engenharia Informática e Biologia Marinha, que passam a ter mais 10 vagas. Os cursos com maior número de vagas são Engenharia Informática e Gestão (Faro - diurno), com 70; Psicologia, com 65; Biologia Marinha e Turismo (Faro), com 60. Ao dispor dos candidatos, a academia algarvia tem 40 cursos de formação inicial, que se distribuem pelas seguintes áreas: Artes, Comunicação e Património; Ciências Sociais e da Educação; Ciências e Tecnologias da Saúde; Ciências da Terra, do Mar e do Ambiente; Economia, Gestão e Turismo; e Engenharias e Tecnologias.

Através dos Serviços de Ação Social, a Universidade do Algarve disponibiliza aos seus alunos diversos benefícios sociais, nomeadamente bolsas de estudo, alojamento, com mais de 600 camas, alimentação (quatro cantinas, dois restaurantes grill, sete bares e um restaurante), e serviços de saúde. Dispõe ainda de outros apoios, como bolsas e prémios, como por exemplo as «Bolsas de Excelência», atribuídas aos melhores alunos de cada curso de 1.º ciclo (licenciaturas e mestrados integrados), pagando integralmente a propina desse ano. A primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior começa no dia 18 de julho e termina a 7 de agosto.



Bottom Ad [Post Page]