Startup Portimão quer criar um ecossistema empreendedor em Portimão


A StartUp Portimão celebrou, no dia 10 de agosto, o primeiro aniversário com um open day em que abriu as portas das suas instalações, no Autódromo Internacional do Algarve, a todos aqueles que estivessem interessados em contatar com os empreendedores que ali aceleram as suas ideias e projetam o futuro. Ao fim de um ano de atividade, o espaço está totalmente preenchido com 13 empresas, 12 de incubação física e uma de incubação virtual, de áreas tão distintas como a programação informática, desenvolvimento de software e aplicações informáticas, à street food, consultoria de gestão, sistemas de marketing digital, energias renováveis e plataformas de intercâmbio.

A incubadora criada pelo Município de Portimão, por iniciativa da atual edil Isilda Gomes, integra a Rede Nacional de Incubadoras e está acreditada pela StartUp Portugal, estratégia do Governo da República para o Empreendedorismo que visa dinamizar a capacidade empreendedora e fomentar as condições para a aceleração e o sucesso de novas empresas. “A presidente da Câmara Municipal de Portimão sonhava em ter um espaço que apoiasse os empreendedores neste concelho, não só os residentes, mas que se conseguisse atrair ideias de negócio de outros pontos do país e do globo. Estamos a falar preferencialmente daqueles que estão a lançar o seu primeiro negócio, porque um empresário pode ter uma atitude empreendedora mas estar numa fase mais evoluída do seu trajeto profissional”, explica Luís Matos Martins, dos «Territórios Criativos», a entidade que gere, no terreno, a StartUp Portimão.

A StartUp Portimão nasceu, assim, por iniciativa da autarquia portimonense, com o apoio do Autódromo Internacional do Algarve, que disponibilizou as instalações, e da «Territórios Criativos», especializada na área da consultadoria, da formação, do apoio à gestão e da inovação, quer para empresas tradicionais como para organismos do poder local, nomeadamente câmaras municipais. E esta é a única incubadora nacional no âmbito das Smart Cities, esclarece Luís Matos Martins, falando em cinco áreas prioritárias de atuação: energia, mobilidade, turismo, governança e qualidade de vida. “O objetivo é desenhar-se aqui projetos e produtos para depois serem aplicados no mundo inteiro, que Portimão seja o berço para o desenvolvimento dessas ideias”, salienta o entrevistado.

Texto: Daniel Pina | Fotografia: Daniel Pina

Leia a entrevista completa em:
https://issuu.com/danielpina1975/docs/algarve_informativo__167
Startup Portimão quer criar um ecossistema empreendedor em Portimão Startup Portimão quer criar um ecossistema empreendedor em Portimão Reviewed by Daniel Pina on agosto 11, 2018 Rating: 5

Publicidade